O piso vinílico já possui um design moderno, por isso, é amado por muitos. Porém, algumas pessoas ainda ficam na dúvida se é recomendado ou não o seu uso no ambiente da cozinha — uma opção bem interessante — que alguns decoradores estão considerando. Isso, pois esse piso (PVC) é fácil de limpar e de manter, sem contar que possuem um preço bom e deixam o ambiente refinado.

Ficou curioso? Acompanhe o resto do post para descobrir mais sobre o piso PVC e como usá-lo sem erros:

1-Do que ele é feito?

O piso PVC pode ser usado para revestir a cozinha, assim como outros ambientes.

Este revestimento é feito com resina de PVC, fora outros minerais e aditivos, que dão flexibilidade, resistência e durabilidade que muitos procuram.

Fora isso, a melhor vantagem desse piso é que eles são sustentáveis e muito modernos, sem contar no conforto, nas qualidades térmicas e acústicas que agradam a todos os públicos.

2-Quais são as versões do piso PVC?

O primeiro passo é verificar onde o piso será aplicado e qual se encaixa melhor dependendo da necessidade. Existem atualmente no mercado as versões placa e régua, que são os mais comercializados.

Piso em placa

Vamos falar primeiramente do piso em placa, que necessita de uma cola na hora da instalação, que serve para fixar uma na outra. É importante ressaltar que ao escolher este piso, a experiência com a instalação é primordial.

Antes de começar o processo todo, é preciso ter uma atenção especial com o contrapiso: ele deve estar nivelado, seco e limpo. A umidade é o principal causador de fazer com que a cola perca o seu efeito.

Piso e régua

Agora vamos falar do piso PVC em régua: ele possui duas variações, a “encaixada” ou “click”.

A primeira opção funciona a partir de encaixes “fêmea” e “macho”, que dispensam o uso da cola.

Já a segunda, necessita a utilização de cola. 

Por isso, deixe esse trabalho com um especialista. 

3-Porque escolher o piso vinílico para a sua cozinha?

Não é atoa que o piso vinílico é um dos melhores, afinal, ele conta com várias vantagens.

Você não vai precisar se preocupar com o barulho, muito menos com a sua temperatura: este piso possui propriedades que atuam para amenizar ambos.

Seu custo de manutenção é baixíssimo e a limpeza é fácil de ser feita. 

4-Piso de régua ou de placa?

Este piso pode ser reaproveitado em outros ambientes facilmente. Quando se trata de cozinha, às duas, tanto o piso de placa quanto o de régua são válidos. 

Esses pisos podem ser facilmente confundidos com madeira, dependendo da sua cor. Portanto, optar por pisos PVC que são semelhantes à madeira devolve ao ambiente aquele ar de modernidade.

Depois de chegar até aqui, espero que tenha conseguido decidir qual piso vai estar na sua cozinha este ano!